Depoimentos

img-depoimentos

Eu vinha sofrendo com dores de cabeça constantes, principalmente na região lateral, também sentia pela manhã muitos estalos no maxilar e um incômodo no pescoço, após uma consulta ao dentista me foi sugerido um tratamento com um especialista em ATM.

Encontrei a Dra Juliana em buscas feitas pela internet, por acaso, se é que o acaso existe. Iniciamos o tratamento que durou aproximadamente dois meses, fizemos então a fisioterapia facial e me foi sugerido algumas correções posturais. Com uma semana já era perceptível a melhora e ao final do tratamento estava sem dor alguma, incrível!

Sabemos que estas disfunções ocorrem também devido ao nosso lado emocional, tensão, raiva, angústia e outros, portanto é muito importante olharmos para dentro e ajustar os nossos sentimentos, colocá-lo para fora, literalmente para fora do corpo… expulsá-los se necessário. Estes sentimentos não nos levam a lugar nenhum, muito pelo contrário, só nos prendem em um lugar muito pequeno, um mundo interior muito limitado e quando conseguimos sair deste “mundinho” descobrimos a imensidão que podemos ser e isso nos leva a uma viagem sem fim… infinta!

Gostaria de agradecer a Dra Juliana pelo carinho e profissionalismo e desejar a ela toda felicidade e sucesso possível, afinal acabou se tornando uma estimada amiga”.

Fiquem com Deus!

Ângelo

Angelo Moura - Empresário

Estava sofrendo com dores de cabeça constantes. Sentia dores próximo ao ouvido e próximo às sobrancelhas, estalos no maxilar ao abrir a boca, dores no pescoço e as dores de cabeça na testa e na nuca. Muitas vezes me observava apertando os dentes. Já tinha me consultado com dentistas e médicos de várias especialidades, usado placa para bruxismo e tomado grande variedade de remédios, principalmente analgésicos e relaxantes musculares. Como nada resolvia e já não sabia mais como me livrar das dores, procurei informações na internet. Foi quando encontrei a Dra Juliana. Fiz algumas sessões de fisioterapia na região temporomandibular e as tudo melhorou. Algum tempo depois as dores voltaram e a procurei novamente. Com a fisioterapia tive novamente alívio. Porém, tínhamos receio das dores voltarem. A Dra Juliana fez uma avaliação de toda a minha estrutura muscular e óssea. Fizemos fisioterapia por mais algum tempo, para corrigir desvios na coluna que poderiam estar forçando os músculos. Ela então me explicou que a parte física é muito importante, que eu deveria continuar a cuidar do meu corpo com exercícios físicos constantes, mas que também era necessário cuidar da parte emocional. Isto me fez repensar toda a minha vida. Percebi que a fisioterapia me dava um grande alívio para as dores, mas elas eram consequência. Acredito que cada pessoa tem um motivo para “apertar os dentes”. Hoje estou na academia onde faço aulas de relaxamento e exercícios aeróbicos, troquei de emprego, faço dieta sem glúten e sem lactose e faço atividades prazerosas fora do horário de trabalho e nos finais de semana. Não é fácil mudar sua vida e, principalmente, não é rápido. Hoje digo que estou livre das dores de cabeça. Sou muito grata à Dra Juliana que me deu auxílio com a fisioterapia quando as dores estavam mais fortes e me ajudou perceber que eu deveria repensar meu estilo de vida. Recomendo que todos leiam o artigo “Tire férias urgentemente” e desejo que busquem o caminho para ficar com a “cabeça leve”!”

Juliana Faleiro, Bancária

Por muitos anos sentí o maxilar estalando. Os estalos, além de causar dor, traziam muito incômodo, visto que a cada estalada o barulho incomodava muito. Até para comer eu sentia muita dificuldade, porque não conseguia abrir a boca sem estalar o maxilar.

Procurei por um especialista em toda Belo Horizonte e, quando já havia desistido de encontrar, achei um link com um Artigo Científico da Dra. Juliana, onde ela explicava que o problema que eu tinha podia ser curado através de fisioterapia e exercícios.

Marquei uma consulta e logo no início, ví que curaria meu problema! Logo na primeira consulta, a Dra. Juliana me explicou o que eu tinha e pude entender como todo o tratamento seria feito. As sessões foram ótimas e, com muita disciplina, fiz todos os exercícios recomendados em casa (sei que essa disciplina também é muito importante para o tratamento). Ao final do tratamento, os estalos já tinham praticamente desaparecido e com mais um mês fazendo os execícios em casa, os estalos e as dores sumiram de vez.

Ainda tenho duas borrachinhas para fazer os exercícios e sempre que um estalo esporádico aparece (o que se tornou raro) eu faço os exercícios e eles somem novamente. Recomendo o tratamento para todos aqueles que sofrem com ATM

Luana Macieira, Funcionária Pública

Nem sempre nossos companheiros diários são nossos aliados… Foi assim comigo! Durante muitos anos de minha vida, creio que quase vinte, convivi com placas para bruxismo. Quem convive com elas sabe, quando as esquecemos nas viagens, a dor de cabeça que, literalmente, temos que aguentar e o vício que é esta convivência.

Em setembro de 2010, estava passando por um período de muita tensão. Uma fase de muitas dores oro-faciais, dores nos ombros, pescoço e ouvido. Foi quando me indicaram a Dra. Juliana Torres. Estava muito cansada de tomar relaxantes musculares e anti-inflamatórios. Resolví conhecer o trabalho dela.

Fizemos, durante 3 meses sessões de terapia manual. Ao final dos encontros já não usava a placa e as dores haviam reduzido consideravelmente. As dores no ombro, que haviam sido diagnosticado como lesão slap, acabaram.

Não uso mais a placa para dormir e as dores de cabeça, provenientes da pressão no maxilar, acabaram. Hoje tenho uma consciência corporal melhor. Percebo quando estou mais tensa e procuro acolher melhor este momento, ao invés de “morder meus dentes”!
A Terapia Manual, foi um marco na minha vida. Sou profundamente grata à Dra. Juliana, por sua delicadeza em lidar e tocar nas minhas dores. Um verdadeiro ato de amor. Carinho.

CASSIA

Cassia Fernandes -Arte educadora e arte-terapeuta

Há alguns meses atrás iniciei com um quadro de sintomas álgicos que se irradiava pra toda a cabeça.
Os sintomas eram dor na parte anterior e posterior dos ouvidos principalmente à esquerda, dor de cabeça principalmente na região temporal e parietal; dor na nuca, dor nos olhos, alguns nódulos palpáveis e extremamente dolorosos na região do pescoço, além da ocorrência de freqüentes episódios de morder a boca. Na verdade, parecia que ao me alimentar minha mandíbula dava alguns espasmos, não tinha coordenação ao mastigar, era involuntário.

Tomei alguns comprimidos de mioflex, porém como não houve melhora significativa, procurei por auxilio médico. Ao avaliar-me pediu alguns exames, porém só foi na segunda consulta que o mesmo constatou e fechou o diagnóstico de que o que eu tinha era “distúrbio da articulação temporo mandibular” (ATM). No momento achei que fosse uma doença muito grave, fiquei até mesmo desesperada. Mas o médico tranqüilizou-me ao dizer que não era nada sério, mas que havia a necessidade de eu ser submetida a seções de fisioterapia.

Na primeira consulta com a fisioterapeuta, acho até que causei um certo “susto”, pois a mesma logo de cara percebeu o tanto que eu era ansiosa, estressada, hiperativa, fatores esses que em conjunto são umas das principais causas para o desenvolvimento da ATM. E posso afirmar que logo naquela primeira consulta de fisioterapia, já sentia-me bem mais “leve”.

Aos poucos, em cada seção de fisioterapia os sintomas iam desaparecendo gradativamente, e a cada dia ia me sentindo melhor. Apenas 5 seções de fisioterapia já foram suficientes para que todos os sintomas desaparecessem. Disso tudo, venho tentando agora, melhorar meu estresse, minha ansiedade. Hoje estou bem melhor, às vezes quando fico mais ansiosa, realmente meus músculos da região das costas ficam mais tensos e minha cabeça volta a doer, mas posso dizer que hoje estou curada!

Nayara Vilela, Enfermeira

Minha história de amor com a Juliana começou quando procurei um otorrinolaringologista com uma forte dor de ouvido. Depois do exame criterioso, a médica me comunicou que meu problema deveria ser resolvido com uma fisioterapeuta. Confesso que não confiei muito quando ela falou, mas resolvi conhecer. Logo que cheguei no consultório pude perceber que atrás daquela mesa havia uma profissional diferenciada.

Sua sensibilidade e clareza de ideias me impressionaram. Eu fui me abrindo totalmente e assim descobrindo coisas que nem eu mesma percebia. A simplicidade que tudo acontecia me encantava e assim minha melhora foi surpreendente. Descobrimos a causa do meu problema e com uma habilidade enorme Juliana me ajudou a livrar daquela dor.

Graças a ela hoje não sinto mais nada. Somente uma vontade enorme de reencontrá-la, pois sua energia me faz muito bem. E a história de amor continua …

SELMA

Selma Elias -Professora Universitária

Como sempre tive dores de cabeça, me acostumei, principalmente por saber
que uma boa parte da humanidade tem dores cabeça eu me conformei e sempre que elas vinham eu já carregava, por todos os lugares, o meu analgésico preferido, afinal tantas coisas piores existem.

Hoje depois de mais de trinta anos com essas dores elas passaram de dentro para fora, isto é, de dentro da cabeça para as regiões faciais, fortes dores quando tocava nos laterais da cabeça.

Anos antes, passei a ter dores fortíssimas nas mandíbulas e uma dor ao redor dos olhos estavam me deixando noites sem dormir (dormia com essas dores e acordava com elas) cansaço para falar e para mastigar. Queria poder tirar a máscara ao acordar para não ter que passar o dia com dores na face.Também dores fortes como se tivesse com uma crise muito forte de sinusite, sem nenhuma secreção.

Já sabia sobre bruxismo, mas nunca tive problemas nos dentes e nunca dormi rangendo dentes, achando ser este o único sintoma.

Procurei novamente, depois de mais de 30 anos, um médico neurologista.
Fiz uma ressonância magnética da cabeça e ele constatou que não havia nenhum problema neurológico comigo a não ser uma inflamação na mandíbula (achei algo estranho). Esse neurologista me orientou procurar um otorrino.

Por não suportar mais as dores acabei procurando novamente um médico otorrino que olhou meus exames e me deixou mais decepcionado quando disse que não podias fazer nada, pois eu não tinha nenhum problema para um otorrino, meus exames estavam normais, porém ele me indicou a Juliana.

A princípio não dei crédito, por não aceitar que, sem medicamentos ou até mesmo cirurgias, eu poderia ficar livre dessas dores (fisioterapia para mim eram só para os membros).

Relutei, porém marquei com a Dra. Juliana. Mesmo depois da primeira consulta eu não acreditava que apenas aqueles toques e massagens iriam melhorar tantos anos de dores. No primeiro dia já havia tido melhoras, mas, ainda assim pensei ser apenas uma impressão de melhoria. Achei estranho a Juliana ter tanta convicção de que as dores cessariam completamente, sem me receitar nenhum analgésico, nenhuma pomada nenhum creme, ultrassom ou qualquer coisa do gênero. Ainda assim decidi fazer o tratamento.

Fiz todo o tratamento e hoje vejo quanto ela acertou ao dar o nome no site de www.cabeçaleve.com.br. É o que sinto hoje, nada melhor que levantar e passar o dia com a cabeça leve ( o que anteriormente não sentia).

Agradeço a Deus por ter preparado essa sequencia de acontecimentos até encontrar a Dra. Juliana a quem Ele deu inteligência, sabedoria e sensibilidade para querer buscar conhecimento com fim ajudar as pessoas a terem uma vida mais Saudável, (pelo menos ao que compete a sua especialização) e com tanta simpatia tem feito a sua parte nesta vida.

CARLOS

Carlos Ribeiro-Empresário

Fui diagnosticada com enxaqueca há 6 anos atrás, quando ainda cursava a faculdade. Tinha dores várias vezes por semana, que já não melhoravam com analgésicos comuns. A partir do diagnóstico, o neurologista me encheu de remédios “preventivos” para a dor e mais remédios para estancar a dor quando ela viesse. Achei maravilhoso e fiquei extremamente esperançosa. Porém, após um ano e meio de tratamento percebi que os tais “preventivos” (entre eles anti-depressivos e anti-epiléticos) controlaram a dor, porém estavam me deixando com o raciocínio lento e com perda de memória. Sempre tive atividade intelectual muito intensa e não podia deixar que remédios controlassem a minha vida, então resolvi abandonar o tratamento.

Por volta de dois anos depois procurei um otorrino com queixa de dor em um dos ouvidos e de cabeça, que não melhorava com analgésico. Ele me disse que no ouvido eu não tinha problema nenhum, mas de acordo com o movimento da minha ATM eu deveria procurar um dentista, pois provavelmente eu estaria com DTM. Para minha sorte (ou azar, rs) tenho pai e irmão dentistas, que moram no interior. Rapidamente meu pai mandou fazer a tal plaquinha de bruxismo para mim, que aliviou a minha dor durante um tempo, apenas. E aí a minha saga da ATM começa: usei placa flexível, placa rígida, aparelho fixo, aparelho removível e etc. Nada resolveu de fato o meu problema, pois todos estes tratamentos são para os sintomas e não para a causa raiz do problema.

Em abril/maio deste ano estava prestes a tirar férias (após um ano sem descansar) e as dores pioraram bastante, tanto da ATM quanto de cabeça. Imaginem só ter dor dia após dia, mês após mês. Você toma remédio e alivia, mas no dia seguinte volta. Aí você toma um remédio mais forte, mas dor volta. Fiquei desorientada, a ponto de querer largar o emprego (o que não seria solução) e achar que teria que conviver com dor para sempre (isso é muito desesperador). Até que achei o cabeça leve na internet e brotou uma esperança, pois seria uma tentativa diferente de todas. Quando conheci a Juliana na primeira consulta, ela afirmava que eu ficaria bem com tanta certeza que cheguei a duvidar (rs), mas após a primeira sessão já senti que a mudança de vida havia começado. Mudança de vida mesmo, porque Juliana combina e aplica técnicas de mudança de vida como a PNL e o Reiki. Ah, o Reiki foi fantástico! No dia seguinte à 4ª sessão, onde a Juliana me disse que aplicaria o Reiki, a minha dor diária do lado esquerdo do rosto e a enxaqueca simplesmente desapareceram. Fiquei impressionada e gostaria de deixar esta mensagem para outras pessoas: Tem solução para causa raiz sim!

Agora finalizamos o tratamento, mas pretendo voltar para algumas sessões dessas coisas tão boas que a Juliana faz e tenho certeza que não esquecerei das coisas que aprendi, dos exercícios, da respiração, da meditação. Daqui pra frente só coisas boas. Sem dores!

Ju, você é um ser iluminado! Muito obrigada por melhorar tanto a minha vida. Hoje estou com a cabeça leve, de verdade.

Um beijo,

Stefane

stefane

Stefane de Melo -Gerente de Projetos

Ter descoberto o trabalho da Juliana foi um grande presente de Deus. Hoje não tenho mais dores ocasionadas pelo bruxismo. Minhas enxaquecas sumiram e minhas tensões nos ombros melhoraram muito. Eu trato bruxismo faz alguns anos e sempre usei aparelho e placas noturnas. Até desgaste dental fiz com um dentista que dizia ser especialista em bruxismo. Gastei tempo e dinheiro e não obtive nenhuma melhora. Quando comecei o tratamento com a Juliana estava desanimada e desacreditada…. infelizmente há poucos profissionais especializados na área e muitos só visam o lucro. Obrigada Juliana por ter mudado minha vida para melhor!
Luana Fernandes.

Luana

Luana Fernandes-Administradora

Dra. Juliana prontamente me atendeu,
quando a procurei devido às fortes dores de
cabeça que tinha ao acordar, decorrentes do bruxismo
que me acomete.
Apesar dos varios km de distância que nos separam (BH – SP) pedi
que me atendesse por skype e ela não hesitou.
Agradeço-a demais pela profissional e ser humano que é,
pois sua ajuda trouxe grande alívio ao meu dia-a-dia.
Recomendo fortemente seu trabalho.
:)

Gratidão querida!!! Continue iluminando o caminho dos seus
Pacientes!!! Grande beijo!!!

Carol

Carolina Luize-Coach

Durante anos eu sofri com o bruxismo. Todas as manhãs eu acordava e a primeira coisa que me passava na cabeça era: agora é hora de abrir a boca. A dor pra abrir a boca quando eu acordava era tão grande que abrí-la era um sofrimento. Às vezes a dor era tão intensa que subia pra cabeça e doía muito o ouvido. Os dentes ficavam intocáveis de tão sensíveis. Em consequencia disso minha cabeça doía várias vezes e minhas noites de sono não eram muito boas.

Num dia normal, comentei com uma amiga de yoga e ela me indicou a Juliana, minha querida fisioterapeuta. Começamos as sessões e cada uma eu já sentia uma diferença grande. O tratamento durou alguns meses, pois alguns fatores externos também foram muito influentes no meu quadro. Então foi preciso uma melhora em vários sentidos. A Juliana sempre com seu jeito doce cuidou do meu caso com muito carinho e dedicação. Foi atenciosa comigo o tempo todo. Chegar em sua sala, um ambiente agradabilíssimo, aconchegante e com uma energia indescritível. Os dias que passei lá foram maravilhosos e os frutos que colho hoje, depois do tratamento, só me fazem agradecer por ter tido a Ju como minha fisioterapeuta e guia. No dia que tive alta não sei se gostei ou não, porque ir ali era sempre muito bom. Enfim, deixo aqui o meu agradecimento à Juliana pela competência e dedicação, e o meu apoio a todas as pessoas que queiram melhorar e buscam isso.
Obrigada Ju por tudo.
Um beijo enorme.
GLAUCIA

Glaucia Macaroun-Empresária